Pular para conteúdo Pular para barra lateral Pular para rodapé

Botafogo quer Maurício do Internacional, mas tem concorrência do Flamengo e de clubes da Inglaterra

O Botafogo tem interesse na contratação do atacante Maurício, do Internacional. John Textor, acionista majoritário do futebol alvinegro, entrou em contato com o staff do jogador nos últimos dias a fim de saber detalhes da situação do atleta.

A Agência RTI Esporte apurou que Maurício interessa ao clube desde a temporada passada. Ele entrou no radar Centro de Inteligência de Mercado do Botafogo a pedido do ex-técnico Luís Castro. Desde então, o setor passou a elaborar relatórios sobre seu desempenho no Colorado.

Publicidade

Maurício deu sinal verde para ouvir uma proposta alvinegra. No entanto, o estafe do jogador já sinalizou a John Textor que a preferência do atleta é por uma negociação para a Europa. Chelsea, Tottenham e Wolverhampton estão interessados no atleta.

O atacante aguarda proposta oficial. O Botafogo ainda não enviou oferta com valores e tenta buscar a melhor forma de seduzi-lo. A ideia é conseguir fechar a negociação antes do encerramento da janela de transferências do mercado interno.

Ainda segundo apurou a reportagem, o Botafogo não é o único interessado. O Flamengo também vem conversando com os representantes de Maurício. O time comandado por Tite busca um reforço para preencher a vaga deixada por Everton Ribeiro que foi para o Bahia.

O Internacional segurou o atacante na temporada passada mesmo com propostas de Corinthians, Fluminense e Palmeiras. No atual cenário, o clube acredita que não seja o melhor momento para vende-lo. Diante disso, a diretoria deve esperar até o meio do ano para vender o jogador para alguma equipe do Velho Continente.

Qual valor da multa rescisória de Mauricio, do Internacional?

Antes de mais nada, Maurício tem contrato com o Internacional até dezembro de 2027. Sua multa rescisória está fixada em 60 milhões de euros (R$ 330 milhões, na cotação atual). O Internacional é detentor de 50% dos direitos econômicos do atleta. O restante do passe pertence ao Desportivo Brasil (20%),  Cruzeiro (20%) e ao atleta (10%).

Publicidade
plugins premium WordPress Copy Protected by Tech Tips's CopyProtect Wordpress Blogs.