Pular para conteúdo Pular para barra lateral Pular para rodapé

Douglas Costa deixa gramado com dores na coxa direita

O atacante Douglas Costa foi substituído aos 38′ do primeiro tempo da partida contra o Colo-Colo pela Copa Libertadores da América. O jogador sentiu dores no músculo posterior da coxa direita. No lance, o camisa 90 tricolor foi driblado por um zagueiro do Colo-Colo e, na sequência, o pé direito ficou preso no gramado, provocando a distensão da perna. O volante Alexsander entrou no seu lugar.

Você conhece o canal da Agência RTI Esporte no Youtube? Clique e se inscreva!

Contratado no início da atual temporada, esta será a segunda lesão de Douglas Costa desde que chegou ao Fluminense. Em março, o atacante teve constatada uma lesão no músculo anterior da coxa direita, durante a partida contra o Botafogo pelo Campeonato Carioca. Na ocasião, ele ficou de fora dos jogos da semifinal da competição contra o Flamengo e só retornou aos treinos depois de duas semanas.

Publicidade

Histórico de lesões

Antes mesmo da contratação de Douglas Costa, o histórico de lesões do jogador sempre foi um assunto delicado. De acordo com levantamento da Agência RTI Esporte, realizado em março, somente durante a passagem do atacante pelo Los Angeles Galaxy (EUA) foram três lesões, que somadas deixaram o jogador fora dos gramados por mais de 80 dias.

Siga a Agência RTI Esporte também no InstagramFacebook e Twitter.

Na Europa não foi diferente. No Bayern de Munique foram mais de 150 dias de afastamento. Já na Juventus, da Itália, as lesões graves o deixaram longe dos gramados por mais de um ano. Por fim, durante a Copa do Mundo de 2018, Douglas Costa atuou em duas partidas da Seleção Brasileira, mas acabou ficando de fora por 11 dias por uma lesão no músculo posterior da coxa direita.

Publicidade
plugins premium WordPress Copy Protected by Tech Tips's CopyProtect Wordpress Blogs.