Pular para conteúdo Pular para barra lateral Pular para rodapé

Fernando Diniz garante que não vai entregar o cargo no Fluminense

Neste domingo, 23, o Fluminense perdeu do Flamengo por 1 a 0 e se afundou ainda mais na crise. Agora, são quatro derrotas consecutivas e a equipe na última colocação da Série A do Campeonato Brasileiro, com 6 pontos, três a menos que o Atlético-GO primeiro time fora do Z4.

Você conhece o canal da Agência RTI Esporte no Youtube? Clique e se inscreva!

Apesar dos resultados ruins na competição e protestos de integrantes de torcidas organizadas na porta do Centro de Treinamento Carlos Castilho, no último sábado, 22, o técnico Fernando Diniz garante que não vai entregar o cargo no Fluminense.

Publicidade

“Não sou eu que me demito e me contrato. Não vou ter medo de ser demitido. Nunca tive isso na carreira. Tenho muita coerência no meu trabalho, mesmo que pese que é um momento ruim do Fluminense. Estamos tentando de tudo, dentro das minhas possibilidades, para ajudar o time a melhorar e conquistar as vitórias”, disse durante entrevista coletiva após o clássico.

Siga a Agência RTI Esporte também no InstagramFacebook e Twitter.

Por fim, comandante tricolor garantiu que tem respaldo da diretoria para seguir à frente do Fluminense. No entanto, Fernando Diniz deixou claro que a decisão final sempre será do presidente Mário Bittencourt.

“O respaldo que eu tenho da diretoria sempre foi muito grande. Ter respaldo não significa que você não pode ser demitido. Eu procuro fazer o meu trabalho do melhor jeito que eu posso. Daqui para frente, não cabe a mim. As reuniões são periódicas”, finalizou.

Em crise e com a necessidade de vencer, o Tricolor das Laranjeiras volta a campo na próxima quinta-feira, 27, às 18h (de Brasília), para encarar o Vitória, no Estádio do Maracanã, pela 12ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

Publicidade
plugins premium WordPress Copy Protected by Tech Tips's CopyProtect Wordpress Blogs.