Pular para conteúdo Pular para barra lateral Pular para rodapé

Fluminense: Conheça os números de Marcão no comando da equipe

Com a saída de Fernando Diniz do comando técnico do Fluminense, o presidente Mario Bittencourt confirmou que Marcão comandará o time a partir do compromisso desta quinta-feira(27), diante do Vitória, no Maracanã, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Depois disso, o auxiliar permanente do clube seguirá sem prazo para deixar a beira do gramado. Internamente a diretoria pretende analisar o trabalho do profissional e decidir se ele seguirá até o final do ano como treinador. Essa situação é novidade para Marcão que já foi “efetivado” outras vezes na gestão do atual presidente.

Publicidade

“O que a gente tem aqui é um técnico permanente, que é o Marcão. Todas as vezes que ele assume eu falo. O Marcão é muito qualificado, competente, estudioso, tem todas as licenças e um cara com resultados muito importantes. “Bom, por que ele não foi efetivado?”. É um acordo que a gente tem. Ele é um cara muito importante para os momentos das saídas dos treinadores. Por que a gente sempre efetiva o Marcão na saída dos treinadores? Porque o trabalho dele aqui é diário junto do treinador que está aqui”, disse Mario Bittencourt.

Você conhece o canal da Agência RTI Esporte no Youtube? Clique e se inscreva!

A primeira missão do treinador de 51 anos é tirar o Fluminense da zona do rebaixamento. Atualmente a equipe tem apenas 6 pontos e ocupa a última colocação do Campeonato Brasileiro. Vale lembrar que essa será a quinta vez em que Marcão terá a responsabilidade de dirigir o clube. Ele já passou por isso em 2019, 2020,2021 e nas primeiras rodadas do Campeonato Carioca de 2024.

Marcão comandou o Fluminense em dois cenários de 2019. Ele foi convocado após as demissões de Fernando Diniz e Oswaldo de Oliveira. Naquele ano foram 17 jogos, com sete vitórias, seis empates e quatro derrotas. Na sequência, em 2020, Marcão foi novamente escalado para dirigir a equipe profissional.

Desta vez, ele foi chamado para ocupar o espaço deixado por Odair Hellmann, que trocou o Fluminense pelo Al Wasl, do Mundo Árabe. Essa foi a melhor passagem do treinador como técnico principal do Fluminense. Em 14 partidas, ele conquistou sete vitórias, quatro empates, três derrotas e ainda garantiu o Fluminense na fase de grupos da Libertadores.

No ano seguinte, em 2021, Marcão voltou para o comando da equipe para ocupar a vaga de Roger Machado. Ele comandou o time em 25 jogos, e conquistou 11 vitórias, quatro empates e 10 derrotas. O detalhe é que novamente o Fluminense conquistou classificação para a Libertadores da América.

Siga a Agência RTI Esporte também no InstagramFacebook e Twitter.

Por fim, no Campeonato Carioca deste ano, Marcão comandou o time em 4 jogos. Ele venceu três partidas e empatou um jogo. Em  56 jogos como técnico do Fluminense, Marcão conquistou números mais expressivos que alguns treinadores que passaram pelo clube. São 25 vitórias, 17 derrotas e 14 empates, com aproveitamento de 52,98%.

Publicidade
plugins premium WordPress Copy Protected by Tech Tips's CopyProtect Wordpress Blogs.