Pular para conteúdo Pular para barra lateral Pular para rodapé

Leila Pereira ataca John Textor em depoimento da CPI : “teria que ser banido do futebol brasileiro”

O clima entre a presidente do Palmeiras, Leila Pereira e John Textor está longe de ser apaziguado. Pelo contrário, a tendência é que a situação fique cada vez mais atribulada com a proximidade do confronto entre as duas equipes pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América.

Assim a mandatária do alviverde foi ouvida nesta quarta-feira(05), em Brasília, na CPF da Manipulação de Jogos e Apostas Esportivas. Contudo, durante o período em que foi ouvida, Leila não poupou criticas ao mandatário do Botafogo. Antes de mais nada, ela lembrou que o norte-americano fez acusações graves contra o Palmeiras sem apresentar provas. Textor garante que o Palmeiras foi o time mais beneficiado em um grande esquema de manipulação de resultados no futebol brasileiro.

Publicidade
Você conhece o canal da Agência RTI Esporte no Youtube? Clique e se inscreva!

“Minhas observações são em relação às atitudes do John Textor, não do Botafogo e da torcida, aos quais tenho muito respeito. Ele precisa provar o que está dizendo. Ccomprovou, ok, as pessoas têm que ser punidas. Se não comprovar, quem tem que ser punido é o John Textor. Se não provar, vamos entrar com ação pedindo indenização para ele”, disse a presidente do Palmeiras que seguiu atacando o dono da SAF do Botafogo.

“não comprovar absolutamente nada, porque até agora não vi prova nenhuma, não tenho dúvida de que teria que ser banido do futebol brasileiro. Com essas denúncias irresponsáveis, criminosas, afeta não só o Palmeiras como toda a credibilidade do futebol brasileiro. Acho que as penas têm que ser duras e eficazes, para que quando se pense em fazer ato criminosos as pessoas se lembrem que uma pessoa foi banida. É uma forma de educar”, encerrou Leila Pereira.

Siga a Agência RTI Esporte também no InstagramFacebook e Twitter.

A CPI da Manipulação de Jogos e Apostas Esportivas que tem como presidente do Senador Jorge Kajuro e relator, o Senador Romário já ouviu nomes como John Textor, Leila Pereira, Wilson Luiz Seneme, presidente da Comissão de Arbitragem da CBF entre outros.

Publicidade
plugins premium WordPress Copy Protected by Tech Tips's CopyProtect Wordpress Blogs.