Pular para conteúdo Pular para barra lateral Pular para rodapé

Medel pode ter contrato rescindido por justa causa

A situação do volante Gary Medel segue indefinida no Vasco, depois dos inúmeros casos de indisciplina. Como antecipou a reportagem da Agência RTI Esporte, o capitão da equipe se envolveu em um episódio de agressão ao atleta da base cruzmaltina Cauã Paixão.

Em entrevista exclusiva a Agência RTI Esporte, a advogada trabalhista e especializada em Direito Desportivo Regina Maciel afirmou que o clube pode optar pela demissão por justa causa a Medel, caso os fatos sejam comprovados. Ela acrescenta, no entanto, que a defesa do jogador chileno pode alegar legítima defesa, ficando sob sua responsabilidade comprovar essa tese.

Publicidade
Você conhece o canal da Agência RTI Esporte no Youtube? Clique e se inscreva!

“O Vasco da Gama tem o direito de aplicar a justa causa para a demissão do atleta, uma vez que esse ato faltoso faz desaparecer a confiança e a boa-fé existentes entre as partes, tornando indesejável a continuidade da relação empregatícia. A justa causa tem previsão na CLT (Consolidação das Leis Trabalhista) no artigo 482. Sob o ponto de vista da defesa do atleta, ele tem o direito de alegar legítima defesa, sendo sei, exclusivamente, o ônus de comprová-la”, avaliou a jurista.

Siga a Agência RTI Esporte também no InstagramFacebook e Twitter.

Questionada sob uma possível ação na justiça de Cauã Paixão contra Gary Medel, a advogada disse que o atleta da base acusar o zagueiro chileno de lesão corporal.

“A agressão física é tratada na nossa legislação como lesão corporal com previsão no artigo 129 do Código Penal. Em caso de condenação, o agressor pode pegar uma pena de três meses a um ano de detenção”, concluiu a Dra Regina Maciel.

Clima ruim e salário elevado 

Medel tem contrato com o Vasco até dezembro de 2024, mas o clima ruim por conta dos últimos episódios pode antecipar a saída do jogador. Pesa contra, também, o alto salário recebido pelo chileno: cerca de R$1,3 milhão por mês. O clube ainda não definiu o futuro do jogador, mas segue buscando a melhor forma de solucionar o caso, mas já existe a expectativa de que ele deixe o clube em junho.

Medel não entra em campo desde a derrota por 4 a 0 do Vasco para o Criciúma, em São Januário. Apesar da ausência nos três últimos jogos do Gigante da Colina, ele apareceu na pré-lista da Seleção Chilena para a Copa América.

Publicidade
plugins premium WordPress Copy Protected by Tech Tips's CopyProtect Wordpress Blogs.