Pular para conteúdo Pular para barra lateral Pular para rodapé

Morre aos 89 anos o lendário narrador esportivo Silvio Luiz

Nesta quinta-feira, em São Paulo, faleceu o renomado locutor esportivo Silvio Luiz, aos 89 anos, devido à falência de múltiplos órgãos. Não há detalhes disponíveis ainda sobre os arranjos do velório e sepultamento. Ele era casado com a cantora Márcia desde 1989 e deixa três filhos: Alexandre, Andréa e André.

Silvio Luiz Peres Machado de Souza nasceu em 1934, na cidade de São Paulo. Sua trajetória na comunicação foi influenciada pela irmã, a saudosa ex-atriz Verinha Dercy, cuja vida foi tragicamente interrompida aos 32 anos, vítima de feminicídio.

Publicidade
Você conhece o canal da Agência RTI Esporte no Youtube? Clique e se inscreva!

Ele também deixou sua marca como ator, participando de duas novelas, “Éramos Seis” e “Cela da Morte”, ao lado da irmã. Como narrador, Silvio Luiz deixou sua marca em várias Copas do Mundo, tornando-se uma das vozes mais reconhecidas do esporte brasileiro nas últimas décadas.

Seus bordões criativos conquistaram o público e o transformaram em uma figura icônica. Abaixo, relembre algumas das principais marcas de Silvio Luiz: “Está valendo”, “Acerta o seu daí que eu arredondo o meu daqui”, “Olho no lance, éééé…”, “Confira comigo no replay”, “Pelas barbas do profeta”, “O que eu vou dizer lá em casa?, “Pelo amor dos meus filhinhos”, “Balançou o capim no fundo do gol” e “Foi, foi, foi, foi ele… o craque da camisa número…”

O amor pelo futebol o levou a se candidatar duas vezes à presidência da Federação Paulista de Futebol. Na eleição de 1982, recebeu apenas quatro votos, perdendo para José Maria Marin e Nabi Abi Chedid. Três anos depois, viu seu número de votos dobrar, alcançando quatro novamente, porém ainda insuficiente para garantir a eleição.

Siga a Agência RTI Esporte também no InstagramFacebook e Twitter.

Silvio Luiz encerrou sua trajetória na televisão na Record, onde liderava uma transmissão alternativa dos jogos do Campeonato Paulista, ao lado dos humoristas Carioca e Bola. Foi durante uma partida, entre Santos e Palmeiras, que o narrador teve um mal-estar e foi hospitalizado pela primeira vez no ano, em São Paulo.

Após ter alta hospitalar após quase um mês de internação, o narrador retornou ao hospital em 8 de maio, desta vez no Hospital Oswaldo Cruz, em São Paulo, onde veio a falecer.

Publicidade
plugins premium WordPress Copy Protected by Tech Tips's CopyProtect Wordpress Blogs.