Pular para conteúdo Pular para barra lateral Pular para rodapé

Opinião: Qual é a dura realidade do Vasco?

Hoje conversei com uma fonte ligada ao alto comando do Vasco, um advogado de uma grande empresa, que me garantiu que o presidente Pedrinho está na verdade salvando a 777 Partners de prejuízos futuros com uma provável venda. Mas como assim?

Isso porque a empresa já investiu um pouco mais de 300 milhões até ser afastado pela justiça. Na verdade, na atual situação, não existe interesse deles de correr pra resolver este imbróglio. A verdade é que estão cozinhando a situação em “banho maria”.

Publicidade
Você conhece o canal da Agência RTI Esporte no Youtube? Clique e se inscreva!

A ideia é encontrar um interessado que esteja disposto a pagar R$ 600 milhões, o que ajudaria a resolver outros problemas desse do fundo de investimento que faz uma gestão temerária à frente do Vasco.

Pelo lado do Vasco, teriam que vender pelo menos mais 10% pra SAF pra conseguir os mesmos R$ 700 milhões da negociação inicial. Agora fazendo uma equação rápida, quanto sobraria para pagar as dívidas que ninguém está falando?

Fiquei sabendo que Pedrinho está correndo “passando o chapéu” pra pagar as contas. A pressão continua porque os credores não param de bater à sua porta. Fala-se que a 777 Partners está usando a justiça americana para vir em cima do Vasco.

Pedrinho está tentando aumentar cotas dos patrocinadores existentes e tentando montar um novo time. Outra coisa que está repercutindo internamente é fato de Felipe Maestro não assumir o time contra o São Paulo. E a volta do Ramón Díaz.

Siga a Agência RTI Esporte também no InstagramFacebook e Twitter.

Este advogado, que é vascaíno roxo, sabe das boas intenções de Pedrinho. No caso de novo insucesso, a torcida promete retaliações contra os jogadores. Já pediram meio time longe de São Januário. No meio disso tudo, ele tenta mediar a paz entre elenco e arquibancada.

E o Philippe Coutinho é uma grande cortina de fumaça. Ele tem tudo para ser reforço do Vasco. Mas não resolverá todos os problemas dentro de campo. E o técnico? Hoje, é interino. Amanhã, poderá ser o definitivo.

(*) Marco Marcondes é jornalista, radialista, ator, diretor de cinema, teatro e televisão, promotor de eventos e CEO da Agência RTI Esporte

Publicidade
plugins premium WordPress Copy Protected by Tech Tips's CopyProtect Wordpress Blogs.