Pular para conteúdo Pular para barra lateral Pular para rodapé

Juntos no Maraca: Flamengo e indígenas celebram diversidade contra Botafogo

Antes de mais nada, o Flamengo receberá uma visita especial no Estádio do Maracanã. Em uma homenagem ao mês dos povos originários, o clube carioca convidou um grupo de 45 indígenas da aldeia Mata Verde Bonita, localizada em Maricá, no Rio de Janeiro, da etnia Guarani Mbyai, para assistir à partida contra o Botafogo neste domingo, 28, às 11h (horário de Brasília), válida pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

A iniciativa, inserida no programa “Nação no Maraca”, é parte integrante da agenda de Inclusão Social do Flamengo, já beneficiando mais de 13 mil pessoas, que incluem refugiados, indivíduos em cumprimento de medidas socioeducativas, pessoas com deficiência e assistidos por instituições sociais.

Publicidade

Além dos membros da aldeia indígena, a ação também contemplará outros grupos, como a Entidade de Acolhimento Futuro Feliz, da Promotoria de Justiça da Infância e Juventude da Comarca de Magé-RJ, o Projeto Sorrindo para Todos, de Copacabana-RJ, a Embaixada Fla Campos, de Campos-RJ, e atletas das categorias de base do futebol feminino e masculino.

Mais do que oferecer entretenimento e lazer, a iniciativa “Nação no Maraca” visa promover a quebra de barreiras, a inclusão social e a valorização de grupos em situação de vulnerabilidade, muitas vezes marginalizados pela sociedade. Assim, o Maracanã transcende seu papel como palco esportivo e se torna um espaço de acolhimento e igualdade.

Em segundo lugar na tabela, com sete pontos, o Flamengo enfrentará o Botafogo, que está a apenas um ponto de distância do rival, neste domingo (28), às 11h (horário de Brasília), no Maracanã.

Publicidade
plugins premium WordPress Copy Protected by Tech Tips's CopyProtect Wordpress Blogs.