Pular para conteúdo Pular para barra lateral Pular para rodapé

Clube turco opta por não exercer compra, e Gustavo Sauer será devolvido ao Botafogo

O empréstimo de Gustavo Sauer ao Caykur Rizespor, da Turquia, durou uma temporada. O meia-atacante teve passagem destacada pelo clube onde disputou 33 partidas, marcou um gol e fez uma assistência. No entanto, os turcos comunicaram ao Botafogo que não irão exercer a opção de compra dos direitos econômicos do atleta.

A Agência RTI Esporte apurou que o passe de Gustavo Sauer está fixado em US$ 2 milhões (R$ 10,2 milhões, na cotação atual) por 80% dos direitos econômicos. O Caykur Rizespor, porém, não dispõe deste montante para investir na aquisição. Ele tem contrato com o clube até 30 de junho, mas já foi liberado para voltar ao Botafogo.

Publicidade
Você conhece o canal da Agência RTI Esporte no Youtube? Clique e se inscreva!

Embora retorne ao Glorioso, Gustavo Sauer não terá espaço no time comandado pelo técnico Artur Jorge. Dessa forma, ele seguirá no clube com o seu futuro indefinido. O atleta tem contrato até dezembro de 2025 com o Botafogo, e neste momento, um novo empréstimo ou até mesmo uma venda pode ser o caminho.

Isso porque a ponta-direita do Fogão está bem servida. Além do titular Luiz Henrique, Júnior Santos e Jefferson Savarino podem atuar na posição. O garoto Yarlen, que teve o contrato renovado até 2028, é a grande aposta da diretoria neste ano.

Ainda segundo apurou a reportagem, outra questão que vai contra Gustavo Sauer no Botafogo é como o técnico Artur Jorge vê o meia-atacante para o seu estilo de jogo. Isso porque o atleta não é tão agudo em campo. O pensamento do treinador alvinegro deixa claro que seu destino será longe da equipe alvinegra.

Siga a Agência RTI Esporte também no InstagramFacebook e Twitter.

Por enquanto, o Botafogo não confirma o que fará com ele. A maior possibilidade é seja reintegrado até aparecer um novo clube. Contratado em 2022 pelo Fogão, Gustavo Sauer chegou ao clube com grande expectativa, mas ele nunca conseguiu se firmar na posição e viveu altos e baixos.

]Nesse ínterim, foram 38 partidas, sete gols e três assistências pelo Fogão. Revelado pelo Joinville em 2011, o jogador soma passagens por Metropolitano e Paraná. No exterior vestiu as camisas do Gandzasar FC, da Armênia. Daejon Citzen, da Coréia do Sul, Botev Plovdiv, da Bulgária e Boavista, de Portugal.

Publicidade
plugins premium WordPress Copy Protected by Tech Tips's CopyProtect Wordpress Blogs.